Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
Página Inicial / JMJ Agora
clipe-oficial-hino-jmj-2013
 
 
 


Conselho JMJ Rio 2013: União de Forças a favor da juventude

Identidade, integridade, fidelidade, finalidade e exequibilidade. Essas são as características atribuídas ao Conselho da Jornada Mundial da Juventude JMJ Rio2013, instituído na noite de ontem, 23 de maio, em uma cerimônia no Palácio São Joaquim , residência do presidente do Comitê Organizador Local (COL) e arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani João Tempesta.

Composto por cerca de 30 pessoas das mais variadas áreas de atuação, como juristas, empresários e educadores, o Conselho acompanhará o trabalho desenvolvido pelo COL em seu conjunto, mas atuando também diretamente junto aos setores.

A instituição do Conselho estava já prevista no estatuto do Instituto Jornada Mundial da Juventude, forma jurídica do COL.
A abertura do evento foi feita por Dom Orani, que falou da necessidade de toda a sociedade estar unida em prol da juventude e do objetivo da Jornada que é, entre outros, promover valores para o bem comum. "Falar da JMJ é falar da importância do jovem para o mundo de hoje e de amanhã", disse ele.
Em seguida, o diretor geral do COL, monsenhor Joel Portella Amado, destacou os pontos fundamentais da organização da Jornada e apresentou os setores de trabalho. Os responsáveis por cada setor, como voluntariado, hospedagem, atos centrais, relações institucionais, hospedagem, cultura, entre outros, explicaram um pouco do mecanismo operacional.

Dom Orani concluiu a apresentação ressaltando o que se espera do Conselho recém-criado e as formas específicas de colaboração. Os presentes fizeram questão de afirmar o compromisso de não só colaborarem com orientações, mas de trabalharem ativamente para que a Jornada alcance pleno êxito em todas as áreas de atuação.

"O momento nosso histórico exige exatamente a união de forças. Acho que é fundamental porque o ideal a ser almejado é um ideal muito nobre, muito digno. Agora é o momento de juntar-nos, em torno desse grande ideal, sejam pessoas que tenham mais influencia na sociedade, sejam pessoas que tenham as expertises nas diferentes áreas, por isso a razão do Conselho, formado por pessoas de diferentes áreas do conhecimento que possa colaborar com a Igreja no sentido de buscar caminhos para que a Jornada seja realmente um sucesso. Acho que esse é o sonho de todos nós", afirmou padre Josafá Siqueira, reitor da PUC- Rio.
Para a conselheira Maria Cristina Sá pela JMJ ser um evento "de tal porte e tão importante para o Brasil e para o mundo que é fundamental que se juntem pessoas e mãos para trabalharem , cada um com seu potencial".

"Como educador me sinto não só honrado, mas com um desafio pela frente, que quero enfrentar com todas as minhas forças, para poder colaborar com o êxito da Jornada Mundial da Juventude. É um momento muito importante para, nesse mundo tão conturbado o mundo como o que vivemos tenhamos um momento de reflexão para pensarmos um mundo melhor, em uma convivência pacífica", ressaltou Carlos Serpa, presidente da Associação Cultural da Arquidiocese do Rio.

Conteúdo oficial: WWW.rio2013.com

 
Página Inicial