Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
Página Inicial / Notícias
clipe-oficial-hino-jmj-2013
 
 
 


Cruz Vermelha vai treinar voluntários para encerramento da Semana Missionária em SP

Entidade vai somar esforços para sucesso do evento com estrangeiros

Redação, com Edcarlos Bispo de Santana
18/06/2013

Cruz Vermelha soma esforços no sucesso do evento

Com a proximidade da Semana Missionária as atividades, reuniões e encontros da equipe de coordenação do evento ficam cada dia mais frequentes. Na tarde da sexta-feira, 14, foi a vez de se reunir com os representantes da Companhia e Engenharia de Tráfego (CET), Guarda Civil Metropolitana (GCM), Polícia Militar (PM), Metrô, Cruz Vermelha e, mais uma vez, com a SPTuris, órgão de turismo e eventos da capital paulista.

Desta vez a reunião foi para definir as questões de segurança do local que abrigará a celebração de envio dos peregrinos para o Rio de Janeiro, no sábado, 20 de julho. Como o lugar, Praça Heróis da FEB, em Santana, é próximo ao Metrô diminuem-se as preocupações com estacionamento de ônibus fretados. Mas essa necessidade foi apresentada à CET, que vai garantir esse tipo de espaço.

Os voluntários, que vão colaborar na organização do evento, estarão caracterizados com coletes e camisetas para ajudar no direcionamento e acolhida. E também para sanar eventuais dúvidas que possam surgir durante a Missa.

A equipe da Cruz Vermelha São Paulo vai treinar um grupo de voluntários para que eles possam agir nas diversas situações que podem ocorrer. De acordo com Bianca Centurione, coordenadoras de voluntários, e Fábio Leança, coordenador Estadual de Socorro e Desastre, já há uma colaboração do órgão central da Cruz Vermelha, que fica no Rio de Janeiro, para ajudar durante a JMJ. Assim, a equipe de São Paulo somente resolveu somar-se ao evento.
De acordo com Fábio, uma das missões da entidade é atender os eventos ligados à população onde está a sede da instituição. O coordenador Estadual de Socorro e Desastre ressalta, ainda, que a JMJ está ligada à Cruz Vermelha em duplo sentido, pois será um evento com um grande público e, ainda mais, um grande público estrangeiro. “A Cruz Vermelha é um órgão internacional treinado para estar recebendo estrangeiros”, afirma.

Ao final da reunião, a equipe de coordenação da organização da Semana Missionária apresentou informações da carreata que haverá no domingo, 23 de junho. Para a CET não haverá problemas e o trajeto está confirmado: saída da Avenida Santos Dumont, na zona norte da capital, às 16h, e chegada na Praça Charles Miller, no Pacaembu.


 
Página Inicial