Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
Página Inicial / Notícias
clipe-oficial-hino-jmj-2013
 
 
 


Alunos de colégios católicos se reúnem em clima de Pré-Jornada Mundial da Juventude

Encontro inédito teve oração, música e oficinas de arte na zona sul da capital
Da Redação

Mural de recados dos colégios católicos

Pela primeira vez, alunos do ensino fundamental e médio de diferentes colégios católicos do estado de São Paulo se reuniram para um retiro espiritual. Cerca de 700 jovens de 49 escolas passaram o sábado, 4 de maio, no Colégio Marista Arquidiocesano, na zona sul da capital em clima de expectativa para a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que está programada entre os dias 23 e 28 de julho com o Papa Francisco, no Rio de Janeiro.

Concepcionistas, cabrinianos, salesianos, passionistas e outros grupos identificados com camisetas das congregações que administram os colégios rezaram, fizeram oficinas de artes e curtiram shows de bandas católicas. No final do dia, participaram de uma missa presidida pelo cardeal arcebispo de São Paulo, Dom Odilo Pedro Scherer. "Uma experiência que eu vou levar pro resto da minha vida", testemunha Stefani Cipriano, 17 anos, do Colégio Franciscano Nossa Senhora do Carmo, na Vila Alpina, na zona leste da capital.

O encontro também foi marcante para Jonas Mendonça, 16 anos, do Colégio da Companhia de Maria, em Moema, na zona sul de São Paulo. Ele fez a oficina de teatro. "Eu interpretei um pai tirando o celular dos filhos pra ensinar que não precisa ter o celular o tempo todo com você grudado. Você pode fazer a vida sem ele”, conta.

Para Gabrielle Danno, de 14 anos, do Externato São José, em Atibaia, as atividades do retiro ajudaram no crescimento da fé. "Fica mais forte que a presença de Deus na vida do jovem é muito importante. Sem Ele, a gente não é nada”.

A coordenadora de pastoral do colégio Maria Imaculada, no Paraíso, na zona sul da capital, Maria Amélia Fernandes, diz que as oficinas mexeram muito com os jovens porque eles se sentiram protagonistas no processo de evangelização. “Na oficina, ele [o jovem] participa de igual pra igual”. No colégio dela, os alunos a partir de 16 anos poderão ir à jornada, no Rio. "A escola já foi para a jornada na Espanha, no ano retrasado. Foi uma experiência muito forte quando os alunos chegaram e partilharam. Então, a escola está ligada”, afirma.



“Vida bem salgada” e “cabeças brilhantes”



Ao comentar o evangelho do dia, na missa de encerramento do encontro, Dom Odilo Scherer reforçou a ordem de Jesus para que os cristãos sejam “sal e luz do mundo”. “O sal é o evangelho de Jesus. Eu faço votos de que vocês não passem pelas suas escolas sem ter recebido muito deste sal. Que suas vidas fiquem bem salgadas do sal do evangelho. Da mesma forma, que vocês, passando pela escola católica, recebam muito dessa luz de Jesus. Vocês todos fiquem com as cabeças brilhando. Cabeças brilhantes no sentido da luz de Jesus”, exclamou.

Dom Odilo Pedro Scherer preside missa durante o encontro dos colégios católicos.



Dom Odilo informou que já tem jovens de 49 países inscritos para a Pré-Jornada Mundial da Juventude em São Paulo, a chamada Semana Missionária, entre os 16 e 20 de julho. E citou alguns lugares de onde os jovens virão: Bangladesh, Emirados Árabes, Japão, Coréia e China. “Nós vamos acolher esses jovens aqui. E com eles intercambiar. Eles vão nos conhecer, conhecer vocês, os jovens daqui. Eles vão contar como eles vivem lá como jovens cristãos. E, naturalmente, eles querem saber como vivem os jovens cristãos, os jovens católicos aqui”.

O coordenador paulista da Associação Nacional de Educação Católica, padre Roberto Duarte Rosalino, disse que o retiro teve quase dois anos de preparação e que os próprios jovens sugeriram as atividades. Ele acredita que o encontro tenha despertado em muitos a vontade de ir à Jornada Mundial, no Rio. “Ali [na jornada], se encontrando com jovens de colégios deles que vieram de outros países, eles vão ter contato com outros jovens que vivem essa identidade católica. Isso deve ser uma experiência muito rica na vida deles”.







 
Página Inicial